As opiniões são como as v…: Cada qual tem a sua e dá-a quando quer!

Nas ultimas semanas temos sido confrontados com o activismo dos chamados “negacionistas da COVID19”…

O fenómeno dos negacionistas não é novo… conhecíamos já os negacionistas do Big Bang, os negacionistas da teoria da evolução de Darwin, os negacionistas da morte de Elvis, os negacionistas do Holocausto, os negacionistas do extreminio Arménio… e muitos outros que, por ignorância ou conveniência, decidem gastar a sua energia a negar aquilo que os factos ou a ciência comprovam…

Para serem capazes de tal proeza os negacionistas contrapõem á ciência e aos factos, uma sustentação poderosíssima: a sua opinião… 

É verdade, para os negacionistas a sua opinião configura uma leitura do mundo e da sociedade de tal forma cristalina, que é inútil toda a experimentação científica e toda a documentação histórica… A opinião de um negacionista tem um “impact factor” superior ao da revista “Nature” e uma casuística que faz inveja à torre do tombo!

Os negacionistas seguem um método de pensamento que se funda na convicção de que o mundo devia ser de determinada forma. E essa convicção é tal, que os leva a juntarem-se em grupos e a arrastarem, para as suas teorias, outros aos quais a realidade também não se apresenta muito agradável. 

Mas os negacionistas da COVID19 distinguem-se dos restantes pelo facto de não negarem apenas algo que a ciência ou os factos comprovam… mas terem a insensatez de negar algo que se passa diante dos seus olhos! Distinguem-se ainda por não ser fácil entender qual o motivo para preferirem fazer estas figuras, negando o que todos vemos, em vez de, assumindo a realidade, defender uma forma distinta de enfrentar a realidade.

Este fenómeno de “endeusamento” da opinião é, para mim, uma das piores tendências da sociedade actual… 

Hoje, qualquer disparate pode ser dito e justificado com esse rótulo legitimador “é a minha opinião”… ou o equivalente “é o que eu penso”… E “fim de conversa”…

O problema e que depois deste “fim de conversa” eles voltam… e é vê-los nas redes sociais, em manifestações de rua e em documentários de televisão… a espalhar a sua verborreia.

E a grande questão, meus amigos, é que se existem temas que são do âmbito da opinião, outros há que não o são de todo… E a ciência, tal como a história, não são de opiniões, mas de factos comprovados ou acontecimentos documentados… 

Mas é assim! Levamos tão a peito o que pensamos ser a liberdade, que confundimos tudo, e acabamos por actuar de forma paternalista e pouco exigente com quem profere a maior das barbaridades…

Pois… está na hora de dizer basta! Tenham as opiniões que quiserem ter… Mas não contraponham a leviandade de uma opinião ao rigor do método científico… 

Está na hora de parar de ser tolerante com esta ditadura da ignorância!

Está na hora de as plataformas, onde estas barbaridades são veiculadas, fazerem como fizeram as televisões americanas quando interromperam o presidente Trump para dizer que ele estava a mentir!

E está na hora de deixar estes negacionitas a falarem sozinhos… Porque, se eles têm a liberdade de pensar o que quiserem, nós temos a liberdade de não os ouvirmos mais!

Por fim, deixo-vos um vídeo que mostra, de forma brilhante, a esquizofrenia delirante que estamos a viver:

Gostou do que leu? Então, siga o meu Blog e será notificado de cada vez que eu adicionar um novo texto!

Publicado por Hugo Barbosa

Empenhado em deixar o mundo um pouco melhor do que o encontrei!

One thought on “As opiniões são como as v…: Cada qual tem a sua e dá-a quando quer!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: