A Semana em voo picado: E aí está o Plano de Recuperação e Resiliência!

A semana começa com o arranque da nova estratégia de testagem em Portugal, passando a ser considerados todos os contactos de cada infetado, e não apenas os de alto risco. Outra mudança importante é a testagem quinzenal, com a utilização de testes rápidos de antigénio em escolas, estabelecimentos prisionais, lares de idosos e em contextos laborais de alta exposição!… Ora aqui estão medidas que me parecem muito adequadas… A única forma de tentar sair deste “confina e desconfina” dos últimos meses, é procurar ter algum controlo sobre as cadeias de transmissão para que as possamos gerir de forma mais eficiente!… Provavelmente, não vamos acertar á primeira… mas o caminho é por aqui!

Ainda na segunda-feira o Publico dá conta de que o Programa Operacional de Apoio às pessoas mais carenciadas, que havia sido reforçado no ano passado, não está a ser suficiente para acudir a todas as necessidades, havendo listas de espera num número significativo de regiões. O governo diz que está a trabalhar num cartão electrónico recarregável para permitir a estas famílias fazer frente às suas despesas prioritárias… falta saber para quando!

Photo by Christian Lue on Unsplash

Na terça-feira o Governo deu a conhecer a versão preliminar e resumida do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). O plano, que entra agora em consulta publica, assenta em 3 dimensões fundamentais: a resiliência, a transição climática e a transição digital… As áreas parecem-me correctas… o PRR é uma oportunidade única de implementarmos um plano de crescimento económico profundo… com aposta na captação de investimento e criação de emprego de qualidade… mas para isso é necessário que as prioridades estratégicas do pais possam estar um pouco mais consensuadas ao centro… de forma a evitar que a sua aplicação continue a depender dos extremos quer de um lado quer do outro!… A ver!

De volta aos temas da pandemia, ficamos a saber que a União Europeia esta a trabalhar em dois certificados que permitam, tanto aos vacinados como aos milhares de recuperados da covid-19, poder obter autorização para se deslocar de avião sem terem de apresentar um teste PCR negativo… Mais uma medida que me parece inteligente como forma de acelerar uma volta controlada e segura a um nível mais “normal” de actividade económica.

Na quarta-feira a imprensa conta-nos sobre uma proposta da Anacom ao governo, para que se legisle no sentido de colocar um limite de entre 10% a 15% das mensalidades não vencidas, nas situações em que um consumidor queira denunciar um contrato durante o período de fidelização!… Elementar meu caro António Costa… elementar!

Do outro lado do atlântico, Jair Bolsonaro defende que para acabar com as “fake news” é preciso fechar jornais… pois é, amigos… isso mesmo… é assim que eles começam!

Na quinta-feira foi o dia do grande susto, com os jornais a anunciaram que o endividamento das famílias, empresas e Estado subiu em 2020 para o valor recorde de 745.800 milhões de euros, correspondendo a 268,8% do PIB.

Já sabíamos que a pandemia teria consequências económicas catastróficas, mas este número é, verdadeiramente, assustador…

No mesmo dia ficamos a saber que oito anos depois da Troika a economia portuguesa perdeu todo o excedente comercial que tinha conquistado durante os tempos de intervenção externa…

Valha-nos a União Europeia e os Euro-Bonds… Por andam, agora, os euro-cépticos?  

Na sexta-feira o PS anuncia que irá propor alguns ajustes á lei eleitoral autárquica, que havia aprovado em conjunto com o PSD e que eu tinha criticado no texto da semana semana!… Em geral as alterações vão no sentido de corrigir os pontos mais controversos daquela lei!… Bem o PS a emendar a mão… mal o PSD e Rui Rio, ao continuar a defender o indefensável!

Ainda na sexta-feira os noticiários contam-nos o episódio de uma senhora que se fere numa escada rolante de um Hospital privado e a quem foi exigido o pagamento de €300 para que a fossem socorrer… A senhora acabou assim transferida para um hospital público onde acabou por ser tratada…

Decidi abordar este episódio porque ele é paradigmático de duas realidades que temos de combater: A primeira é a da insensibilidade humana demonstrada por aquele grupo privado na situação em concreto… este episódio é inaceitável e indigno de quem diz existir para servir a saúde das pessoas… por cima tratou-se de uma decisão economicamente errada pois, estou certo que, aqueles €300 eram insignificantes no P&L da unidade mas acabaram por ter um relevo importante na imagem pública da mesma!… A segunda é o aproveitamento inaceitável destes episódios para logo dizer que os Hospitais privados são maus e os públicos é que são bons… O que aconteceu não representa os valores da generalidade das instituições privadas que conheço… e a extrapolação a todo um sector é desonesta e inaceitável!

No Sábado os jornais dão conta de que os 30 milhões, anunciados pelo Governo, para reaminar o sector da cultura, no verão de 2020, continuam na gaveta!… Uma vez mais o Estado parece rápido a anunciar medidas positivas… mas esbarra numa maquina incapaz de implementar as mesmas medidas!… 

Entretanto sou surpreendido por um artigo de opinião do deputado Socialista Ascenso Simões (deputado PS) onde chama ao Padrão dos descobrimentos um “mamarracho” defendendo que “num país respeitável, devia ter sido destruído”!… 

Ora aqui está o que falava na semana passada… primeiro foram os brasões da Praça do Império… agora o Padrão dos Descobrimentos… amanhã os Jerónimos e depois o Mosteiro da Batalha!… Menos, senhores… menos!…

Ainda no Sábado, a Rússia anuncia o registo de uma terceira vacina contra a COVID-19… Numa altura em que a Europa está a braços com dificuldades no abastecimento das vacinas já aprovadas, me pergunto porque tardam as aprovações de outras vacinas que, aparentemente, apresentam dados de eficácia iguais aos das melhores?

O Domingo marca então o fim de mais uma semana com evolução favorável dos números da pandemia… Boas notícias…

E é neste contexto que, esta segunda-feira ocorrerá mais uma reunião com especialistas para uma nova avaliação da situação, antes de mais uma renovação do estado de emergência… 

Esperamos, então, que venham daí boas decisões… decisões que assegurem que continuamos este caminho de recuperação e não deitamos, outra vez, tanto esforço por terra!…

Entretanto, depois de ter lançado o PRR em consulta pública, o governo anuncia o lançamento de uma iniciativa denominada “PRR em debate”… No âmbito desta iniciativa serão libertados nos próximos dias alguns vídeos explicativos sobre o documento…  Em paralelo, entre 24 de fevereiro e 04 de março, serão promovidos um conjunto de onze seminários digitais, com vista a uma auscultação abrangente em torno de este documento!

Um aplauso a estas iniciativas… contando de que se trate, verdadeiramente, de esclarecer e auscultar, não meras acções de propaganda política!… 

Aqui estaremos para averiguar!

Gostou do que leu? Então, ajude-me a crescer seguindo este Blog e partilhando nas redes sociais!

#ASemanaEmVooPicado; #PoliticaPortugal; #ActualidadePolitica; #SociedadePortugal; #DemocraciaParticipativa

Publicado por Hugo Barbosa

Empenhado em deixar o mundo um pouco melhor do que o encontrei!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: