Autor Convidado: Bárbara Faria

Photo by Fitsum Admasu on Unsplash

Propósito de vida, valores e prioridades

E que grande desafio o amigo Hugo me lançou – o de partilhar a minha experiência que, segundo ele, conjuga estes 3 conceitos! 

Começando pelo princípio, sempre adorei aprender. 

Era boa aluna e adorava a escola e as aulas, ouvir coisas novas e aprender pela experiência dos outros era ótimo. Em todas as minhas escolhas profissionais consigo ter presente esta busca de aprender sempre mais. Quando comecei em consultoria estratégica onde tinha ainda tudo para aprender. Seguido do MBA onde pude expandir o meu conhecimento formal em gestão. Mais tarde, na indústria farmacêutica, onde iniciei uma carreira em saúde. Regressando depois à consultoria freelance, adicionando novos ângulos ao meu conhecimento do setor da saúde. E por fim, onde me encontro agora, numa seguradora de saúde, com mais um ângulo neste meu portfólio de saúde. 

Creio que neste momento já perceberam que o meu caminho pela saúde. E porquê saúde? Inicialmente, pelo puro prazer de um desafio académico – para quem vem de economia e percebe rapidamente no curso que não vai ser economista, o “mercado” da saúde é difícil e pouco óbvio. O modelo típico de “Sucesso na promoção/venda + eficiência na produção = sucesso no negócio” não se aplica… já nem falando de que o ativo que se compra/vende não é fácil de se medir. Ora aqui está um desafio interessante! 

Mas rapidamente este propósito evoluiu para: “então o meu trabalho tem impacto na vida das pessoas, de uma forma tão direta no seu dia-a-dia, na sua qualidade de vida e no número de anos que podem usufruir do que mais valorizam – há lá melhor motivo para me levantar todos os dias da cama do que este?!”. É por isso que muito me orgulho de ter contribuído para melhorar a eficiência de serviços de apoio aos hospitais, trazer para o mercado medicamentos que melhoram em muito a qualidade de vida dos doentes, encontrar o financiamento necessário ao desenvolvimento de uma nova terapia oncológica ou, mais recentemente, lançar em Portugal o primeiro programa de promoção de hábitos saudáveis com eficácia comprovada internacionalmente.

Este meu último projeto é claramente o expoente máximo do meu propósito profissional, quando sinto que contribuo com a minha energia diária para colmatar uma lacuna do nosso sistema de saúde, a falta de aposta na prevenção, que muito impacto terá na saúde de todos no futuro, e não apenas nas pessoas doentes. E mais ainda quando sinto “na pele” o programa a funcionar – quando saio para uma corrida mesmo sem vontade porque não quero perder a oportunidade de perder os pontos e os descontos! E, por último, fechando o círculo, quando um propósito maior – promover a saúde de todos – é também o que torna o negócio sustentável, com menos custos e maior rentabilidade para a minha empresa.

Mas se calhar não comecei pelo princípio, porque na génese das minhas escolhas e decisões pessoais e profissionais estão certamente os valores – os tais que o Hugo considera interessantes de partilhar. 

Em primeiro lugar a verdade comigo própria, o defender no que acredito acima de tudo, ainda que não seja consensual ou o caminho que os outros esperavam de mim. A começar pelas escolhas ainda na escola secundária, quando o caminho óbvio para uma aluna de 5 que gostava de matemática era seguir a área de ciências, mas eu adorava história e não gostava de biologia e por isso fui para economia. Seguindo pela saída de consultoria quando percebi que não era exequível conciliar o trabalho com o meu plano de ser mãe antes dos 30, acompanhando de forma próxima os meus filhos. Ou mais tarde quando, em simultâneo com o meu marido, trabalhando os dois em multinacionais, recusamos explorar as diversas opções de crescimento profissional e financeiro disponíveis numa carreira internacional. Ao assistirmos todos os fins-de-semana os nossos filhos a crescer junto da nossa família, tornou-se muito claro que o tempo de qualidade que estávamos a proporcionar a todos – filhos, avós, tios, e também a nós – não se iria repetir e que, por isso, não tinha preço. 

Por outro lado, a enorme vontade de estar sempre a aprender leva-me a estar constantemente a questionar – as minhas próprias crenças, os dados que me levaram a uma certa análise e conclusão, o porquê de fazer determinada coisa de certa maneira e não de outra. É por isso muito importante para mim poder estar rodeada de pessoas que não tenham receio da pergunta, da dúvida e do erro. Que reconheçam, como eu, as suas próprias limitações, mas as queiram sempre ultrapassar: “não sei, mas vou investigar para saber”. E que o importante não é acertar à primeira, é aprender sempre para poder fazer melhor na vez seguinte.  

Uma última nota para o efeito Covid-19 nesta minha jornada. Com mais um elemento na família a juntar-se pouco antes do primeiro confinamento, estes últimos 18 meses foram um enorme desafio para mim, como para (quase) toda a gente. A minha saúde mental ressentiu-se e, com ajuda especializada, tenho refletido e reequilibrado algumas das minhas prioridades. Em particular tornou-se muito clara a enorme importância do descanso físico e mental no meu desempenho a todos os níveis, pessoal e profissionalmente. E que é necessário dizer “não” mais vezes do que esperávamos, e nas alturas certas, para garantirmos que continuamos a poder ser e dar aos outros a melhor versão de nós próprios.

Este tem sido o meu caminho e todos os caminhos são válidos – desde que façam sentido para os seus caminhantes!

Gostou do que leu? Então, ajude-me a crescer seguindo este Blog e partilhando nas redes sociais!

#SociedadePortugal; #FemaleLeadership; #CareerPlanning; #LifePurpose

Publicado por Hugo Barbosa

Empenhado em deixar o mundo um pouco melhor do que o encontrei!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: