Maioria absoluta

Um dia de eleições legislativas é sempre um dia de festa!… O dia da festa da democracia!…

Não nos podemos esquecer que, há ainda bem pouco tempo, os Portugueses não podiam exercer este direito! 

Photo by Element5 Digital on Unsplash

Um direito que hoje nos parece básico e garantido… que é também um dever de cidadania… e que deveria ser uma obrigação de consciência!

Um direito que devemos a cada um dos fundadores da nossa jovem democracia… conquistado de forma heroica naquela madrugada de abril… e aprofundado nos anos que se seguiram.

Um dever que muitos prescindem de exercer, talvez porque já o entendem como certo!

Uma obrigação de consciência que muitos não sentem, talvez por se estar a perder a noção histórica do que significa não poder votar!

Mas ontem os Portugueses foram votar em maior numero do que tinham ido nas legislativas de 2019 e nas de 2015… naquela que é a primeira boa noticia do dia.

De resto… uma eleição muito fácil de analisar… vitória estrondosa do PS, e de António Costa, que consegue maioria absoluta capitalizando o voto útil à esquerda e eclipsando BE e CDU. Mas também, segurando uma boa parte do eleitorado do centro, que em 2015 lhe tinha dado a sua ultima vitória eleitoral, num cenário em que Bloco e PCP atingiram resultado muito diferente do de ontem.  

Uma vitória, do PS, que se começou a desenhar quando BE e CDU resolveram precipitar uma crise política… dando a António Costa uma mão cheia de trunfos para ir a jogo em busca da maioria absoluta!… 

Um pouco mais tarde, em Novembro, mais uma ajudinha, desta vez vinda do PSD, que, contra os trunfos de António Costa, escolhe ir a jogo com a “bisca seca”. 

Sim porque o que fez o PSD foi isso mesmo, ir a jogo com uma “bisca seca” nas mãos. 

Embalado por um resultado menos mau, nas autárquicas, o PSD convenceu-se que Costa “cairia de maduro”… e em vez de arriscar num líder que podia trazer algo de novo… decidiu agarrar-se ao líder que tinha e que, tendo muitas qualidades pessoais, já tinha demonstrado não ser capaz de mobilizar o eleitorado e levar o partido à tão desejada vitoria eleitoral!

Não teve, assim, nada mais que o desfecho previsível… a falta de coragem quase sempre resulta no mesmo!

Mas Rio não é o único derrotado da noite!… Catarina Martins e Jerónimo de Sousa viram os seus partidos reduzidos a uma parca representação na assembleia, com o PCP a perder metade dos seus deputados e o Bloco a ver desaparecer quase ¾ das suas cadeiras parlamentares!

Logo vieram os discursos a apontar uma “falsa polarização” como a razão para o “voto útil”… mas sem conseguirem explicar o seu tremendo erro estratégico ao precipitarem a crise politica que acabou com o resultado que acabamos de ver!…

E não vale, sequer, a pena culpar António Costa dizendo que “era o que ele queria”… pois se era esse o caso, efectivamente, foi o Bloco e o PCP que decidiram dar-lhe isso mesmo… “o que ele queria”… num movimento que tinha tudo para dar errado. Ficando assim, na história, como aqueles que empurraram o PS, de António Costa, para a tão desejada maioria absoluta!…

Mas derrotado com estrondo foi também o CDS… um partido histórico da nossa democracia… que, pela primeira vez, fica fora da assembleia da república!…

Surpresa?…

Nem por isso!…

Francisco Rodrigues dos Santos é um jovem cheio de talento, sem dúvida… mas um jovem… cujo ímpeto e certezas o levaram a cometer erros de palmatória que desmembraram o partido e o levaram a este desfecho absolutamente trágico!…

Mas Francisco Rodrigues dos Santos não tem culpa sozinho!… Houve um certo CDS que se julga detentor da pureza ideológica da democracia cristã, que validou a caça às bruxas interna, que levou á purga de alguns “impuros” e ao isolamento de outros!

Talvez não seja tarde demais… mas atenção… o seu espaço está mais preenchido hoje do que estava ontem! E alguns dos votos perdidos já não vão voltar! 

Photo by Jennifer Griffin on Unsplash

Resta-nos os outros dois vencedores da noite: a Iniciativa Liberal (IL) e o Chega!…

Quanto á IL, o meu aplauso!…

A IL é uma lufada de ar no nosso panorama político… E as suas ideias e propostas merecem ser discutidas e tidas em conta.

Quanto ao Chega, o meu repudio!… 

Um repudio não àqueles que, de forma inocente, votaram Chega iludidos pelo discurso fácil e populista!… 

Mas um repudio claro, àqueles que pensam que o racismo, a xenofobia, o preconceito, a divisão dos portugueses entre “os de bem” e “os de mal”, tem lugar na casa da democracia!…

Não tem!… Ou não devia ter!

Mas é assim!…

Os eleitores escolheram!… Os eleitores são soberanos!…

Desejo aos novos eleitos um excelente mandato… e ao novo governo os maiores êxitos do mundo… 

Pelo bem de Portugal!… Pelo bem dos Portugueses!

Gostou do que leu? Então, ajude-me a crescer seguindo este Blog e partilhando nas redes sociais!

#PoliticaPortugal; #ActualidadePolitica; #SociedadePortugal; #DemocraciaParticipativa; #EleiçõesLegislativas; #MaioriaAbsoluta

Ver resultados eleitorais aqui: https://www.legislativas2022.mai.gov.pt/resultados/globais

Publicado por Hugo Barbosa

Empenhado em deixar o mundo um pouco melhor do que o encontrei!

4 opiniões sobre “Maioria absoluta

  1. …pois é … maioria absoluta …

    Uma coisa em vias de extinção na Europa … e pouco recomendável… seja qual for o quadrante….
    Daqui por 4 anos cá estaremos para ler a nova analise, mas é bom que o novo governo, agora com RESPONSABILIDADE ABSOLUTA, tire Portugal da cauda …. para não irmos parar mais abaixo…

    Será desta que termos REFORMAS ? No Administração Pública, na Justiça, na Saúde?
    Será desta que vamos sair da falta de crescimento crónico, salários baixos e perda de poder de compra face
    ao resto da Europa ?

    As noticias já avançadas que o PRR irá ser utilizado 80% no Estado … são obviamente preocupantes … porque os 20% que vão para o sector privado é que vão gerar riqueza, valor acrescentado e pagar … IMPOSTOS !!!

    Quanto ás novas realidades políticas… o PS abriu a porta a André Ventura nas presidenciais ao apoiar Marcelo, Ana Gomes, fez um favor a Portugal e pôs lhe um travão …. se não a porta ainda tinha sido mais aberta !!!
    …agora … o PSD escancarou a porta ao encostar-se à esquerda …. a abriu lugar ao crescimento meteórico do Chega.
    É bom que os partidos ditos “moderados” se ponham finos, desculpem me a expressão… porque as causas que levaram as pessoas a este voto estão identificadas e foram criadas pelos ditos “moderados”.

    Tenho muita pena que não exista uma voz ecologista séria no parlamento, a eventual “morte” do CDS é também uma perda para Portugal. A IL traz ideias novas para a discussão e marcou certamente a agenda da campanha pela positiva. Esperemos que não seja um fenómeno tipo “Bloco de Esquerda” à direita ….

    Viram o que aconteceu na Alemanha ? Um partido ecologista ficou com o Ministério do Ambiente, e um partido Liberal ficou com as Finanças e Economia … e o governo ficou ao centro … Que luxo !!!

    Como dizes, os eleitores escolheram e são soberanos… agora vem a responsabilidade !!!

    Oremos !!!

    Liked by 1 person

    1. Uma boa reflexão Arthur! Só uma ressalva, na verdade haverá voz ecologista seria no parlamento. A voz de Rui Tavares que não comentei no texto por economia de espaço uma vez que o mesmo já ia bastante longo!
      Trata-se, a meu ver, de um activo importante para a assembleia da república apesar de estar bastante afastado dele ideologicamente!

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: